Domingo, 6 de Maio de 2007

O Mundo, a Juventude e o Futuro

O panorama geral do mundo de hoje apresenta-se tão belicoso, complicado e isento de boas perspectivas sociais e económicas, que não admira que a juventude dos tempos presentes se sinta desanimada, descrente e mesmo desmotivada, vendo o seu futuro tão comprometido, sem esperanças à vista duma melhoria significativa em todos os campos.

Para além da sangrenta visão de guerra que o Oriente nos dá; da ambição que estimula a conquista pelo poderio do petróleo; da exploração do homem pelo homem, na ânsia do lucro; do alastrar da corrupção por toda a parte, sem o menor escrúpulo e respeito pelos valores morais que devem nortear as sociedades, as manifestações de egoísmo e violência demonstram, por vezes, um tal primitivismo, que até já há quem tenha achado esta situação do mundo actual paralela à dos tempos da Roma Antiga.

A ineficácia do sistema que rege a economia e tem depois tanta incidência nos meios sociais, parece demonstrar que, nos anos mais próximos, algo terá de mudar para que surjam resultados mais satisfatórios nas sociedades, presentemente tão causticadas com o desemprego e sem que se consiga diminuir a pobreza, como seria desejável. Perante uma panorâmica tão pouco aliciante para as gerações mais jovens, é essencial fazer-lhes sentir que é nelas que reside, agora, mais do que nunca, toda a esperança que a humanidade põe no futuro.

Esta esperança de que falamos não se refere apenas ao modelo de desenvolvimento, de economia e de melhoria social a que o mundo aspira, para que haja diminuição crescente de desemprego, uma boa resposta à política de globalização e cada vez menos pobreza.

É uma esperança que tem também a ver com a civilização humanista que a felicidade do homem exige, felicidade que só pode ser construída e cimentada numa base de amor, de solidariedade, de sentido “do outro”.

Nunca será possível mudar a face egoísta das sociedades enquanto os jovens não tiverem uma educação à base dos verdadeiros valores, tomando consciência, desde cedo, dos direitos e deveres que cada qual deve respeitar para que haja justiça e paz entre os homens. Sabemos que são os jovens que possuem aquela capacidade de sonhar que leva às grandes realizações no mundo. São eles os detentores da energia e do arrojo que se vão depois perdendo vida fora, à medida que as condições físicas se vão deteriorando e que os embates do dia a dia vão destruindo os sonhos arquitectados.

Assim, há que preparar os jovens, primeiro, para os desafios que lhes irão surgir na idade adulta e depois, acreditar nas suas reais possibilidades inovadoras e criativas, incentivando-os a lutar pela concretização dos seus ideais.

Não devem, todavia, estes ideais (que se querem nobres) deixar de lhes ser inculcados – sob o perigo da juventude correr o risco de viver sem a directriz de um caminho a trilhar e o estímulo duma meta a atingir.

Quer-nos parecer de que hoje, mais do que nunca, é importante que a juventude seja bem preparada, intelectual e tecnicamente, antes de ingressar na carreira profissional, para que o progresso vá encaminhando a vida dos homens no sentido da perfeição e da harmonia. Mas para que o mundo se transforme num lugar aprazível e a humanidade ganhe uma dimensão à altura das enormes capacidades da criatura humana, é essencial que cada ser aprenda a viver com o coração, amando os seus semelhantes e trabalhando sempre com os olhos postos no bem comum. Se na educação de cada criança houver sempre o cuidado de se semear a planta benéfica desse amor fraterno, decerto que a semente não deixará de germinar dando, mais tarde, os melhores frutos.

Duma juventude assim, de homens justos e bem preparados, é que decerto muito teremos a esperar, não só no campo profissional mas em todos os campos – como convém, para que o mundo não se desumanize cada vez mais. Nós, os mais velhos, pais e educadores, preparemo-la, pois - a essa juventude promissora. E depois entreguemos, então, nas suas mãos, o futuro do Universo….

Publicado por artenaescrita às 00:38
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
3 comentários:
De meggies_art a 19 de Maio de 2007 às 17:14
olá,olá!!

então onde andam as novidades?!!

bjinhos

Meggie
De li a 21 de Julho de 2009 às 15:22
Uma batata assando tá nas nossas mãos... seus ensinamentos são profundos mestre!
De Bene Dutra a 30 de Julho de 2011 às 14:26

Trata-se do futuro do planeta. Temos descuidado das novas geraçoes que precisam ser preparadas desde a primeira infancia começando com o contato com as belezas da natureza, a mae de todas as ciencias.
www.vidaeaprendizado.com.br
Dutra

Comentar post

.Mais sobre a Poesia

.Pesquisar

 

.Junho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Introduções Recentes

. A Palavra

. Cacilda Celso-Fundos e Co...

. Metamorfose

. O Bem e o Mal (retirado d...

. A luz do Espírito (retira...

. ...

. Cacilda Celso-a poetisa.

. Obras e documentos todos ...

. Dor e Amor.

. A menina-borboleta (1ºEpi...

. Sede Consentida

. Amor de filho

. Blogue póstumo

. Um Obrigado sentido.

. Falecimento

. Subida

. Estoril de Agosto

. Feliz Natal 2009

. Francisco Bugalho e Caste...

. Cenáculo LIterário-Marque...

. Linha Marginal, editado e...

. Linha Marginal, editado e...

. Linha Marginal, editado e...

. Linha Marginal, editado e...

. Linha Marginal, editado e...

. Do Administrador do Blog ...

. Coisas da vida 2

. Do Administrador do Blog:...

. Regressado

. sofiazinha - um adeus tar...

. Uma forma livre de sentir...

. Caros leitores,

. S.João do Estoril

. Algés

. Linha Marginal

.Arquivos

. Junho 2019

. Outubro 2017

. Janeiro 2014

. Junho 2011

. Maio 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Novembro 2008

. Abril 2008

. Janeiro 2008

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds